Quando me afoguei


O amor que sinto é algo que me sufoca enquanto espero você vir ser meu salva-vidas e me salvar desse afogamento, esse que sofri enquanto mergulhava em cada sentimento no fundo da minha alma, buscando nesse oceano de confusões algo em que eu pudesse me apoiar e que não fosse você.
Nesse oceano que cada vez mais eu me afundava, ia mais fundo e fundo, onde cada segundo que passava estava mais fora de mim, desacordando em cada momento que eu pensei em você e que passava como filme na minha mente, trazendo-me mais próxima da sua ilusão e desse falso amor que você me prometeu.
Eu poderia fugir enquanto eu desacreditava em suas palavras, mas elas foram me envolvendo e quando percebi já não conseguia mais escapar dessas correntes, dessa maré que me leva cada vez mais para perto de você e cada vez mais longe da terra firme que é minha razão, razão essa que você tomou de mim no dia em que te conheci.

Comentários no facebook:

2 comentários :

  1. *-----------------------* Que texto lindo! Que lindo mesmo! Nossa! Quando vi o nome achei que tinha realmente se afodado sabe? Ai comecei a ler... own! <3

    Beijocas
    Mary
    http://jardimdeborboletas.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  2. uuuuuuuuuuuuuu.uuuuuuuuuuuuu LINDO DEMAIS O TEXTO E A COMPARAÇÃO!...

    http://acessopermitidoblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Leia antes de comentar

Seu comentário é importante para o blog, desejamos saber sua opinião sincera para que o blog possa crescer e agradar aos leitores de forma geral. Sua ajuda também é bem vinda na hora da divulgação.
Não aceitamos comentários com: palavrões, ofensas ou spam. Mensagens do tipo "seguindo, segue o meu blog e link do blog" ou "visita o meu blog" e afins também não serão aceitos, visitamos todos os blogs das pessoas que comentam e se acharmos o blog bom, visitaremos com frequência e pode até aparecer no recomendamos de toda Quarta-Feira. Obrigada pela atenção e agradecemos sua presença no blog.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...